Pages

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Valentin

Com pais ausentes e um ambiente familiar conturbado, Valentin é um menino imaginativo, cujo maior sonho é ser uma criança comum, com uma família de verdade. Enquanto tenta consertar as falhas em seu mundo, ele será capaz de trazer alegria, sabedoria e até mesmo romance aos adultos que o cercam.

“Valentin” é um dos filmes mais encantadores que assisti. A história nos emociona do início ao fim. Um drama inocente e cheio de esperança que ficou muito bem narrado por uma criança.

Rodrigo Noya, o protagonista, nos cativa pela sua sensibilidade e inteligência, longe de ser uma daquelas crianças prodígio chatas. O menino é um escândalo de tão bom. Valentin pode ser vesgo e usar óculos fundo de garrafa, mas enxerga perfeitamente o ponto fraco da maioria dos adultos que o cercam.

Outro ponto forte é a química entre os atores. Perfeitos dentro dos seus papéis. Destaque para Carmen Maura, como sempre brilhante em tudo que faz. Elenco nota 10.

Cinema argentino, leve, sensível e de excelente qualidade. Indispensável na DVDoteca dos apaixonados pela sétima arte.

Imperdível!

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Coisas do Brasil


Política = Tiririca
Educação = ENEM
Resultado: o humor da atualidade

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Por toda minha vida – RPM

“Por toda minha vida” é sem dúvida um dos melhores programas musicais da atualidade. Infelizmente o horário de exibição é ingrato, assim como quase todos os bons programas da Rede Globo.

Nesta semana, o programa apresentou a trajetória de uma das maiores bandas de rock nacional de todos os tempos. Na década de 80, o RPM tornou-se um fenômeno fonográfico, vendendo milhares de discos. Paulo Ricardo, Luiz Schiavon, Fernando Deluqui, Charles Gavin e Paulo Pagni arrastavam multidões pelo Brasil, com músicas como: Rádio Pirata, Louras Geladas, Olhar 43, Alvorada Voraz e London, London.

Valeu à pena ficar acordado até mais tarde para rever a história musical dos rapazes. Puro saudosismo da melhor época do rock brasileiro.

E pensar que hoje Restart é considerado o que há de melhor no rock. Pobre geração.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Delicada Relação

Baseado numa história real, “Delicada Relação” retrata o caso de amor entre dois oficiais numa base do exército na fronteira de Israel com o Líbano. Eles são comandantes, estão apaixonados, e tentam encontrar um lugar meio a um sistema opressivo e rigoroso, que os leva a defender uma causa na qual não necessariamente acreditam.

O único filme com a temática gay que eu havia visto até então foi “O Segredo de Brokeback Mountain”, de origem americana que chegou a concorrer ao Oscar.

“Delicada Relação” não é uma obra hollywoodiana e por isso mesmo consegue ser sutil na medida certa. Tem uma cenografia modesta e uma trilha sonora bela e envolvente.

Infelizmente o filme é curto (65 minutos) prejudicando um pouco o roteiro, porém nada que atrapalhe no resultado final. Mostrar o sentimento entre pessoas do mesmo sexo sem ser promíscuo não é uma tarefa fácil, mas a direção conseguiu isso de forma primorosa.

“Delicada Relação” é merecida de aplausos. A última cena é, indiscutivelmente, mágica. Amor quando é verdadeiro independe de condição sexual. Difícil para os mais preconceituosos entender isso, mas respeitar já seria um bom começo.

Definitivamente recomendo.

domingo, 31 de outubro de 2010

A Presidente


Agora é oficial, Dilma Rousseff é a primeira presidente mulher do Brasil.

Alguns irão comemorar, outros irão torcer o nariz. Independente da escolha partidária é a hora de cada um de nós fiscalizarmos e cobrarmos para que todas as propostas sejam cumpridas e que erros do passado não se repitam.

Boa sorte Brasil!

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

A moda dos coloridos

Hoje se fala muito da moda colorida de algumas bandas. Muitos criticam as músicas dessa garotada, mas na adolescência nem sempre as nossas escolhas são as melhores. Já ouvi algumas canções e sinceramente não fazem o meu estilo, talvez por estar com uma idade já avançada para esse tipo de som.


Restart e Fiuk - os coloridos de hoje

Além da música, o que muitos criticam é a forma colorida de se vestir desses artistas. Calças e blusas nas mais variadas cores são marca registrada dos músicos. Algo que não é tão recente. Se fizermos uma breve busca na internet vamos encontrar grandes bandas internacionais e nacionais que também era adeptas ao mundo colorido.

É preciso deixar claro que não tem como comparar musicalmente Restart com Pink Floyd, seria covardia com esses garotos, mas em alguns momentos os músicos britânicos também erraram a mão no figurino.

Divirta-se com as imagens.

Bee Gees - Os terninhos coloridos faziam sucesso na década de 60


Pink Floyd - Um dia eles também gostaram de cores


Led Zeppelin - As cores fortes sempre presente


Cindy Lauper - Nos anos 80 ela chocava o mundo com suas roupas extravagantes e coloridas


Dominó - Os coloridos dos anos 80 no Brasil


Menudos - Esses com certeza são a fonte inspiradora dos coloridos desse novo século



terça-feira, 26 de outubro de 2010

Polaróides Urbanas

Na maioria das vezes compro filmes brasileiros pelo seu elenco. Ao adquirir “Polaróides Urbanas” além de grandes atores ainda se tratava da adaptação de um espetáculo teatral de Miguel Falabella que foi visto por mais de 800 mil pessoas.

A sinopse retrata o filme como uma comédia de costumes repleta de situações e personagens que fazem parte do cotidiano: uma dona de casa entediada, sua irmã gêmea deslumbrada, uma psicanalista que não sabe ser mãe, uma garota ambiciosa, um garoto de programa apaixonado, entre muitos outros.

Discordo inteiramente do gênero COMÉDIA. Está mais para drama. A história é repleta de sofrimento, onde praticamente todos os personagens têm traços de depressão. Rir? São raríssimos esses momentos.

Marília Pêra, Neusa Borges e Ana Roberta Gualba (a Paulinha de Mulheres Apaixonadas) são os globais que se destacam. Arlete Salles não conseguiu encontrar o tom certo para sua personagem. Natália do Vale, Marcos Caruso e Otávio Augusto decepcionantes em seus papéis.

Com um texto sem graça e um autor sem inspiração, o filme pode valer a pena somente para apreciar a beleza de Juliana Baroni e para quem gosta os músculos de Alexandre Slaviero e Nicolas Trevijano.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Greve na França - Exemplo a ser seguido

Acompanhando as notícias sobre a greve geral na França fica claro que nós brasileiros ainda estamos mil anos luz distantes dos países desenvolvidos.

É impressionante como os europeus se envolvem na vida política do país e buscam sempre uma melhoria para a vida dos cidadãos. Enquanto nós elegemos Tiririca para a Câmara dos Deputados, na França o povo sai às ruas para protestar contra a reforma da previdência que pretende aumentar a idade mínima para aposentar de 60 para 62 anos e a integral de 65 para 67 anos.

Durante uma breve estada na Itália em 2003, acompanhei uma greve geral convocada pelos sindicatos e fiquei impressionado de ver como realmente tudo pára. Transportes, lojas, empresas estatais e governamentais. O povo atende o chamado para lutar pelos seus direitos. Fico chocado com a violência das manifestações, mesmo sabendo que elas têm um cunho idealista, porém não menos chocado quando percebo que somos um povo que se mobiliza apenas para receber uma seleção de futebol campeã do mundo.

Temos muito que aprender.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Férias em Buenos Aires III

Os dois passeios que indicarei realizei no final de semana. Em Lujan foi tranquilo, já no Tigre sugiro outro dia, já que domingo é como se estivesse na feira hippie de Belo Horizonte devido a aglomeração de pessoas.

Lujan

O zoológico de Lujan fica localizado a 67 km de Buenos Aires. Proporciona aos seus visitantes um passeio diferente, pois você entra na jaula com os animais. Fica cara a cara com ilhamas, leões, tigres, elefantes, camelos e outras espécies. Tudo é muito rústico e o valor da entrada é de 20 pesos. Imperdível.



Ao retornar vale a pena passar pela cidade de Lujan para conhecer a Catedral Nossa Senhora de Lujan. É gótica e simplesmente maravilhosa.




Tigre

Para chegar você pode usar o Trem de La Costa (dizem ser o mais turístico dos passeios), de ônibus ou de táxi.

O Delta do Tigre é um conjunto de canais, ilhas. Há diversas opções de passeios pelo Delta. O mais popular é o catamarã (30 pesos), mas não faz nenhuma parada. Outros barcos podem parar em restaurante ou hotéis específicos.

Após o passeio a pedida é conhecer o Porto de Frutos. É possível comprar artesanato, roupas e apreciar a culinária argentina. Há diversos restaurantes. Vá também ao Museu de Arte, ao cassino e se possível ao parque de diversões que estão localizados na cidade.


domingo, 17 de outubro de 2010

Férias em Buenos Aires II

É possível conhecer praticamente os principais pontos turísticos de Buenos Aires em 3 dias. A cidade é plana de fácil locomoção. Alguns desses pontos estão praticamente na mesma região sendo possível visitá-los a pé.

As sugestões que darei são de lugares que na minha modéstia opinião não se pode deixar de conhecer.

- Casa Rosada e Catedral Metropolitana: Localizadas na Praça de Maio é uma boa pedida para aqueles que gostam de apreciar a arquitetura local. Se possível visite a sede do governo no final de semana quando é possível fazer um tour pelo interior do prédio.

Praça de Maio

- Café Tortoni: Um dos cafés mais antigos e tradicionais de Buenos Aires. Tem até fila para entrar, mas não se pode deixar de conhecer e provar os churros com chocolate. O café é um dos mais caros da cidade.

- Rua Florida: Uma das mais famosas, só de pedestre, com várias lojas para se fazer compras. Tem casa de Tango, cafés, livrarias, loja de roupas e perfumes. A Galeria Pacífico é um shopping só com lojas de marcas famosas. A galeria é maravilhosa, pois as paredes são pintadas de obras primas.

La Bombonera
- La Bombonera: O estádio do Boca Juniors é um local para os amantes ou não do futebol. Além do museu é possível fazer um tour (40 pesos por pessoa, aproximadamente R$ 20,00) pelas arquibancadas, vestiários e o campo. É muito diferente dos estádios brasileiros, com o alambrado lateral de vidro e com arquibancadas verticais. Um autêntico caldeirão.

- El Caminito: É uma passagem de uma só quadra localizada no bairro de La Boca, povoada por artistas de rua e dançarinos de tango.

- Jardim Japonês: A entrada é de 4 pesos. Um lugar lindo e tranquilo para se visitar no meio da metrópole. Nas proximidades se encontra o Planetário Municipal além dos Bosques de Palermo que tem todos os lagos artificiais.

- Av. Córdoba: Local onde se encontram os Outlets argentinos e de marcas famosas como Nike, Puma, Adidas. Comprar tênis é uma boa pedida já que os pesos são praticamente a metade dos valores praticados no Brasil.

- Cemitério da Recoleta: Um dos mais visitados do mundo, com túmulos que mais parecem obras de arte. É o local onde Eva Peron foi enterrada.

- Floris Generica: Uma flor de aço e alumínio enorme, onde as pétalas fecham a noite e abrem quando o sol aparece. Fica ao lado da Faculdade de Direito, um prédio que tem uma arquitetura ímpar.

Floris Generica
- Puerto Madero: O mais novo bairro da cidade. Era um dos antigos portos de Buenos Aires e hoje é um local sofisticado com ótimas opções de restaurante. Muitos consideram ser um local onde a comida é cara, mas se comparado aos grandes restaurantes brasileiros a diferença é gigantesca. Vale a pena ir pelo menos um dia para comer bem.

- Bares / Boates: Se quiser diversão vá para o bairro de Palermo. Há diversos bares, pubs que a partir das 2 da madrugada transformam-se em boates. Outra boa opção é ir ao complexo que fica próximo ao aeroporto de vôos domésticos. É um pouco distante do centro da cidade, mas sem dúvida é onde estão as melhores baladas.

- Livraria El Ateno: Um antigo teatro que foi transformado numa das maiores livrarias da cidade. É um lugar único.

- Show de Tango: São diversos espalhados pela cidade. Fui ao Señor Tango. É feito para turista. A casa é linda, mas tudo muito caro. Um copo de água sai por 20 pesos. Para assisitir ao show sem direito a nada terá que desembolsar 120 pesos. Com o jantar incluso o valor sobe para 360 pesos. Aconselho jantar após o espetáculo. Apesar do valor é um programa imperdível.

No próximo post os passeios fora da cidade de Buenos Aires.


sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Férias em Buenos Aires I

Férias 2010 e duas opções. Nordeste brasileiro ou Buenos Aires na Argentina. Colocando tudo na ponta do papel por incrível que pareça viajar para a terra dos nossos hermanos ficava mais barato.

A colonização da coroa espanhola deu a cidade um ar de Europa. A arquitetura lembra os países do velho continente, onde o antigo e o moderno se misturam. Mesmo com toda essa modernidade, souberam conservar as velhas tradições e lugares mais íntimos. É impossível não ficar fascinado pelo seu ambiente, a diferente personalidade de cada um dos seus bairros e suas enormes possibilidades culturais e comerciais.

Buenos Aires é uma cidade que praticamente não dorme. Durante o dia o programa é visitar museus, parques, praças, bairros, prédios históricos, monumentos e fazer compras. À noite, vale a pena sair para jantar sempre a partir das 21h. Para quem curte uma boa balada a pedida são as diversas boates que lotam sempre depois das 2 da madrugada.

Dicas gerais:

- A moeda local está desvalorizada em relação ao real. 1 peso = R$ 2,26. É tranquilo realizar a troca. Os bancos pagam mais do que as casas de câmbio. No próprio aeroporto tem um banco que faz a transação. Depois é ir às compras. Todas as lojas aceitam cartões de crédito.

- Taxi é um meio de transporte barato. Compensa para quem quer maior comodidade e velocidade nos deslocamentos. Metrô e ônibus funcionam bem.

- Nunca pague taxi com notas altas. Existe um mito de que muitos taxistas repassam notas falsas. Para maior segurança utilize o serviço do hotel que providencia o taxi.

- Mesmo na primavera é importante levar agasalhos.

- Em relação à língua não há com o que se preocupar. Como muitos brasileiros estão indo para Argentina, eles acabam entendendo o que falamos. É possível virar-se bem com o “portunhol”.

- O free shop da Argentina (embarque para o Brasil) é muito bom. Uma variedade gigantesca. Infelizmente eles não dividem as compras. Se necessitar parcelar terá que comprar nas lojas dos aeroportos brasileiros.

Nos próximos posts darei dicas sobre lugares e passeios em Buenos Aires.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Voltando ao blog


Após 15 dias de merecidas férias volto à ativa tanto no trabalho quanto no blog. Nesse período procurei me desligar completamente da internet, celular de trabalho, enfim, queria aproveitar ao máximo os dias de folga, viajando ou mesmo ficando em casa sem ter o que fazer. Não queria compromisso com nada.

Mas voltando a rotina, a vontade de escrever também retornou. Nesses dias irei postar sobre a viagem que realizei para Buenos Aires. Darei dicas para os que ainda não visitaram a cidade. É um passeio imperdível e que fica mais em conta do que viajar para as praias nordestinas.

Quem quiser saber um pouco da cidade mais européia da América do Sul é só ficar de olho no blog.

domingo, 26 de setembro de 2010

O Invisível

Nick Powell (Justin Chatwin) tem um futuro brilhante até ser brutalmente atacado, abandonado e dado como morto. Ele agora se encontra no limbo, um local intermediário entre os mundos dos vivos e dos mortos. Completamente invisível para os vivos, Nick precisa descobrir o que aconteceu com ele e o motivo pelo qual foi atacado.

“O Invisível”, ao contrário do que pode se pensar ao ler a sinopse, não é assustador, não tem momentos de medo ou terror. Uma mistura de “Ghost” com “E se fosse verdade”, numa história nada original.

O filme demora pra começar e quando começa demora pra terminar, há momentos que dá vontade adiantar e ver logo o final. E por falar em final, ele é confuso e impossível de compreender a motivação da vilã/mocinha para querer tanto encontrar o meio-morto-vivo na cena final.

A caminhada dos personagens mostra que a morte é a pior solução possível para seus problemas, esteja você buscando o suicídio ou a morte de terceiros. E na medida em que Nick visita seus conhecidos sem que eles saibam que ele está presente, fica claro que, entre quatro paredes as pessoas são bem diferentes do que em público, um diagnóstico da hipocrisia latente do ser humano.

A trilha sonora merece um destaque especial. Uma bela escolha dos produtores que inclui bandas como “30 seconds to mars” e “Sparta”. Não deixe de ver os clipes no bônus do DVD.

Um bom filme para um domingo com chuva.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

O Lenhador

Depois de 12 anos preso por pedofilia, Walter (Kevin Bacon), é solto em liberdade condicional. Com um emprego novo e uma namorada (Kyra Sedgwick), ele tem a chance de recomeçar sua vida, o que não é suficiente para que os fantasmas do seu passado desapareçam. Morando em frente a uma escola, Walter vive um grande conflito entre seus piores desejos e conseguir levar uma vida normal.

“O Lenhador” apresenta uma realidade da pedofilia como crime e da pedofilia como cotidiano na sociedade. O tema é forte, rico e poderia ter sido mais bem explorado. O filme não toma uma posição clara sobre o assunto, cabendo a quem assiste julgar os atos de Walter.

Por se tratar de um crime deplorável é difícil não condenar o protagonista, mas com uma atuação excepcional de Kevin Bacon (sempre frio, melancólico e atormentado pelo seu passado), o espectador torce para que o mesmo não caia na tentação e volte a cometer o crime.

A direção acertou em cheio ao mostrar que os pedófilos podem estar em qualquer lugar, até mesmo no seio familiar. Porém o filme peca pela lentidão, nem mesmo as cenas mais ativas conseguem empolgar quem assiste. O final também deixa a desejar. Quando termina você fica com a sensação de que faltou algo, um desfecho vago para um roteiro que teria tudo para ter um “grand finale”.

“O Lenhador” não vai mudar a opinião de quem assiste acerca dos pedófilos, mas é interessante para se avaliar se existe ou não cura para esses criminosos. Vale a pena conferir.


quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Personal Trainer: Vale a pena contratar um

Muitas pessoas não conseguem se adaptar a rotina de uma academia de musculação, por motivos diversos. Nesse caso,  a contratação de um personal trainer pode ser a opção para aqueles que não gostam de malhar.

Antes de contratá-lo é preciso observar se o professor de Educação Física está devidamente registrado no Conselho Regional de Educação Física (CREF).

Há algum tempo a sociedade considerava esse profissional um artigo de luxo, alguém que proporcionava status para quem o contratava, mas ao contrário do que se divulga esse profissional não é tão caro quanto se pensa.

Os principais diferenciais na contratação do personal são:

- Treino individualizado.
- Horários compatíveis com a disponibilidade e rotina diária do aluno.
- Correção dos exercícios com maior atenção.
- Maior motivação causada pela presença do personal para os dias de indisposição e falta de vontade para exercitar-se.
 
 
Portanto anime-se!

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Educação: algo cada vez mais raro

Esse final de semana assisti a peça “Amar é uma comédia” protagonizada por Naila Brizard (um transformista de Belo Horizonte) e Pedro Seixas, ambos participantes de um programa na rádio 98 FM.

A história se passa dentro de um barco na praia de Porto Seguro, onde os personagens discutem a relação conjugal prestes a acabar. A peça não apresenta nada de novo, é uma comédia do tipo pastelão onde o intuito é fazer as pessoas rirem. De positivo, destaco o texto que contém apenas um palavrão (algo raro em peças do gênero) e a atuação de Naila, que carrega a peça nas costas, já que seu parceiro é fraco.

Mas o que me incomodou foi o fato de alguns espectadores conversarem durante o espetáculo. Rir é natural, comentar, tentar puxar papo com os atores durante a peça é algo completamente inadmissível. Infelizmente um mau hábito corriqueiro em cinemas e teatros brasileiros. Em determinado momento foi necessário a intervenção dos atores solicitando que a pessoa em questão calasse a boca. Ao final, durante os agradecimentos Naila e Pedro trataram com humor a situação, sugerindo que a mulher jamais tivesse ido ao teatro.


A falta de educação e respeito com o espaço do outro é algo cada vez mais alarmante. Infelizmente as pessoas não sabem como se comportar em espaços culturais e acham isso normal. Normal como furar filas, jogar lixo no chão, dirigir embriagado. Enquanto isso a gente vai vivendo.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Novidades no amor

Após um divórcio agitado, Sandy (Catherine Zeta-Jones) uma bela quarentona com dois filhos, resolve recomeçar a vida em Nova York. Entre o novo trabalho, as crianças e a academia, Sandy não tem tempo para nada. Para não deixar os filhos sozinhos, ela contrata Aram (Justin Bartha) um rapaz de 24 anos que trabalha como garçom para ser o babá das crianças. Com o tempo, Aram se envolve cada vez mais com as crianças, sendo como um integrante da família.

A comédia-romântica “Novidades no amor” mantém todos os clichês indispensáveis ao gênero. Com um roteiro que não apresenta nada de novo, o filme acaba ficando sem graça.

Com tentativas de humor que simplesmente não funcionam, a maioria das cenas que poderiam arrancar boas risadas seguem a linha de comédias do tipo American Pie, algo que não combina com os atores e com a história.

Outro fato que impressiona é como as crianças do filme não agem como crianças e sequer falam como crianças. Toda vez que abrem a boca é para dar uma tirada espirituosa ou de baixo nível, apesar desses diálogos serem os melhores.

Para ser justo, o filme melhora na segunda metade, quando a obra encontra o seu foco e ameaça falar com sinceridade com o espectador. Nesse momento é possível se emocionar com a descoberta do personagem de Justin. Porém nos 15 minutos finais tudo acontece de forma tão abrupta apelando para um salto de tempo incompreensível tendo um desfecho pouco empolgante.

Quer um bom motivo para ver o filme? Catherine Zeta-Jones, que está exuberante na história.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Ainda pode exister fé nos políticos

ím época de eleição sempre temos a impressão de estarmos vendo na TV um verdadeiro programa de humor. Os mais diversos tipos de candidato tentando se eleger a cargos de deputado, senador, governador e presidente. Esse ano a lista vai de Tiririca à Mulher Melão, de integrantes do KLB ao jogador de futebol Vampeta, além de desconhecidos que sequer sabem falar na TV.

Mas ainda acredito que temos candidatos que lutam por uma política mais transparente, que se preocupam com os anseios da população. São poucos, mas tem. E uma dessas pessoas é Cidinha Campos, Deputada Estadual pelo Rio de Janeiro.

Conheço a ilustre deputada através do youtube por seus acalorados discursos na Assembléia do Rio, lutando contra a corrupção que existe naquela Instituição.

Não sou cabo eleitoral da mesma, mas são atitudes como as dela que ainda me fazem crer que existem políticos engajados em fazer do Brasil um país onde a corrupção seja apenas uma palavra do dicionário.

O vídeo tem 7 minutos, mas vale a pena “perder” alguns minutos do seu feriado assistindo. Comecei rindo, mas terminei com a sensação de vergonha. Pode ser importante para a decisão do seu voto nas eleições desse ano.

sábado, 4 de setembro de 2010

Sex and the city - O filme

“Sex and the city” é um filme para os fãs da série. Isso fica claro na abertura onde é possível ver um flashback dos seis anos do seriado. Quanto aqueles que não sabem da existência, certamente o filme irá parecer evasivo, às vezes sem sentido e até mesmo sem graça.

A adaptação contém todos os elementos da série: drama, humor, sapatos, roupas de grife, merchandising, nome de estilistas, nus masculinos e femininos e o roteiro girando em torno da relação Carrie-Mr. Big. O filme em alguns momentos é lento e pode cansar o espectador, afinal nas duas horas e vinte minutos (é longo), a impressão que se tem é de estar assistindo a pelo menos uns quatro ou cinco episódios, o que faltou foi um título para cada um. Qualquer pessoa com um olhar mais crítico consegue avaliar que cortes eram necessários e desejados.

Numa história onde o teor dramático sobressai, é Samantha, a mais fogosa, moderna e prática das amigas, que mesmo em crise com o seu parceiro, que proporciona os melhores momentos de comédia.

Para quem espera um olhar inovador sobre “Sex and the city”, esqueça. O filme é simplesmente uma continuação da série, o que não significa que seja ruim.

Para os amantes do seriado é mais uma chance de ver Carrie, Charlotte, Miranda e Samantha em ação.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Dia do Profissional de Educação Física


Parabéns a todos que como eu, escolheram a profissão que promove a formação de hábitos mais saudáveis através da atividade física e consequentemente a melhoria da qualidade de vida.


domingo, 29 de agosto de 2010

Dado COVARDE Dolabella

Bad, bad, bad, boy. Esse é o título da reportagem que descreve como Dado Dolabella mais uma vez se destaca na mídia por bater em mulher.

A vítima dessa vez é sua atual/ex-esposa. O assunto já foi bastante divulgado, mas o que me impressionou foi uma das respostas do rapaz quando perguntado se em algum momento havia agido de modo violento.

Transcrevo a resposta: “Eu tenho a consciência tranquila de que jamais, jamais agredi a Viviane ou a Luana para machucar. Agora, quer falar que eu bati, quer sair de vítima, isso não é problema meu, entendeu?”

Como alguém afirma agredir outra pessoa, mas sem a intenção de machucar? Faça-me o favor. O agressor consegue passar uma imagem de bom moço, mas no fundo é uma pessoa doente, que sempre corre para os braços da mãe quando faz algo de errado, pois sabe que a mesma irá defendê-lo com unhas e dentes. Será que a Sra. Pepita Rodrigues também apanhava do pai do Sr. Dado Dolabella e por isso acha normal a atitude do filho?

Sou da opinião de que homem que bate em mulher é covarde, no caso deste rapaz, covarde duplamente. Porque será que na época em que João Gordo partiu pra cima dele o mesmo correu sem ao menos tentar se defender no braço? Típica atitude de quem só bate em quem não consegue se defender... COVARDE!

sábado, 28 de agosto de 2010

Estão todos bem

Frank Goode (Robert De Niro) sempre trabalhou para dar um futuro melhor para sua família. Com a morte da esposa, percebeu que dedicou pouco tempo para os quatro filhos. Decidido a recuperar esse tempo, Frank parte em viagem pelos quatro cantos do país com o intuito de reunir a família.

“Estão todos bem” é um filme que apresenta uma história simples, que retrata a realidade da maioria das famílias atuais e por isso mesmo prende a atenção do espectador do início ao fim. A tônica é mostrar uma relação entre pais e filhos que se amam, mas que não conseguem se comunicar. É quase impossível não se ver na pele de um dos protagonistas.

Com um roteiro tocante, um elenco de primeira linha e uma bela trilha sonora a história tem momentos de pura emoção e só sendo muito insensível para não emocionar.

Robert De Niro dá um show de interpretação como há tempos não acontecia e demonstra uma real sensibilidade nos diálogos com seus filhos, especialmente quando repete a todos a mesma pergunta: “você é feliz?”.

Um ótimo filme que nos faz repensar na forma de lidar com as relações familiares. Imperdível.

domingo, 22 de agosto de 2010

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Quem está acostumado a ver somente filmes americanos, provavelmente vai estranhar. O filme não tem as cenas de carros correndo em alta velocidade e explodindo no final, não tem um soldado americano salvando a Terra de um ataque terrorista. É um filme francês, mas não monótono com os dessa nacionalidade.

Amélie (Audrey Tautou) vive em Paris, em seu mundinho particular. Trabalha como garçonete em um pequeno café e mora em um apartamento alugado onde vive suas fantasias. Porém, sua vida sofre uma transformação radical no dia em que descobre em seu apartamento, uma antiga caixa cheia de objetos infantis. Empolgada, assume a missão de encontrar o seu dono e essa jornada irá conduzi-la a um mondo novo, excitante, cheio de aventuras e esperança.

“O Fabuloso Destino de Amélie Poulain” é um filme simples, apresentado com muita criatividade em seus detalhes, desde a história, trilha sonora, edição e fotografia. É sutil, envolvente, cômico na medida certa, romântico sem ser piegas. A personagem central é a heroína sem espadas e poderes, com seu senso de justiça comove o espectador e o diverte.

Fabuloso Destino é realmente fabuloso principalmente no que ser refere ao visual. A fotografia é belíssima, bem trabalhada, rica em detalhes e muito colorida. Sem dúvida é um dos grandes destaques do filme.

Uma fábula moderna, contada com humor e magia. Amélie é um sonho bom do começo ao final. Se aparentemente o enredo não tem peso: uma criança infeliz que cresce solitária, após as duas horas de duração percebemos que é mais que isso, é o desejo de ver as pessoas felizes, mesmo as que desconhecemos.

Ótimo filme!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Dogville

Estados Unidos, anos 30. Grace (Nicole Kidman) está fugindo de um bando de gângsteres. Ela chega a isolada cidade de Dogville, onde é auxiliada por Tom Edison (Paul Bettany), um morador que intercede a seu favor junto à comunidade local: eles a ajudam a se esconder e em troca, ela se compromete a prestar-lhes pequenos serviços. Com o tempo Grace descobre que a bondade das pessoas da cidade é algo bem relativo e a sua segurança custará mais caro do que ela supunha.

O início de "Dogville" é arrebatador. O impacto da cenografia do filme é enorme, chega a ser difícil acompanhar as legendas nos primeiros minutos pela vontade que se tem de parar o filme e compreender aquela construção cenográfica.

A história expõe todas as mazelas da sociedade de maneira crua e dura. A mudança de comportamento dos personagens é a clara demonstração de que investido do poder as pessoas transformam. O filme é repleto de metáforas, sendo a maior delas a própria cidade. A falta de paredes demonstra a maior das verdades, que toda sordidez é vista, mas todo mundo finge que não vê.

Com um elenco de alto nível, o destaque maior fica por conta de Nicole Kidman, que conquista o espectador com seu jeito meigo assim que aparece. Kidman tem uma grande atuação, contida e milimetricamente calculada para que sua personagem não caia para o melodramático em momento algum, mesmo quando Grace passa pelos piores momentos dentro do filme.

“Dogville” é cruel, diferente, chocante, marcante e além de tudo excepcional. Um dos melhores filmes de todos os tempos.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Selo

Foi com imenso prazer que recebi meu segundo selo do blogueiro Eumar Lima – A verdade nua e crua (http://a-verdadenuaecrua.blogspot.com). Melhor do que receber um prêmio como esse é receber da pessoa que me presenteou. O blog em questão é um dos meus favoritos. Eumar escreve como poucos sobre atualidade, colocando a sua cara nos textos e nos permitindo refletir sobre assuntos diversos.

Obrigado pela indicação. São prêmios assim que me faz continuar escrevendo, escrevendo e escrevendo, com o simples intuito de expor minhas idéias e debatê-las com as pessoas que lêem minhas postagens.

Agora é a hora de indicar três blogs para receber o selo. A escolha não é fácil, já que todos os que sigo são blogs de qualidade impar.

- http://nascidaemversos.blogspot.com/ (Karla escreve como poucos. Tem o dom de escrever sobre o cotidiano de forma poética)

- http://www.cuidandodocorpo.com/ (Professora Vânia é uma colega de profissão que tem um blog sobre atividade física e saúde. Informação de primeira qualidade você encontrará nele)

- http://tacadesabedoria.blogspot.com/ (Essa garota de apenas 16 anos escreve como gente grande. É a prova de que competência não se mede pela idade)

Ao receber o selo você deve: indicar 3 blogs para receberem o mesmo, linkar o blog que lhe indicou e postar a imagem do selo.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Quem são essas personalidades?

Você se considera uma pessoa bem informada? Uma pessoa que lê jornais, revistas, sites da internet, que assiste TV? Se a resposta for positiva vamos fazer um teste para que possamos verificar o seu nível de conhecimento sobre as personalidades atuais.


É bem simples. Basta associar os números, com os nomes e o porquê deles estarem na mídia. Tente não usar o Google.





Rui Costa Pimenta                       Candidato a presidência da república

José Maria de Almeida                Advogado do Bruno (ex-goleiro do Flamengo)

José Maria Eymael                      Diretor da Infraero

Levy Fidelix                                 Reitor da USP

Ivan Pinheiro                               Lavrador acusado injustamente de um crime em São Paulo



A resposta encontra-se abaixo...

>

>

>

>

>

>

>

>

>

>

>

>

>

>

>

>

Todos são candidatos a presidente do Brasil nas eleições de 2010. Não acertou? Fique tranquilo, provavelmente a grande maioria também não acerterá. Se quiser saber mais sobre os candidatos pesquise na internet, afinal eles terão apenas 55 segundos por dia no horário eleitoral que começa na próxima semana. Se forem divertidos como o Enéias poderão ser lembrados, caso contrário passarão despercebidos pelos brasileiros.

Que comece o show de horrores.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Um novo Brasil

Foi melhor do que todos esperavam.

2x 0 foi um placar mentiroso, já que a seleção brasileira poderia ter vencido de 3, 4 ou 5. Mas o resultado final era o que menos importava.

Foi bonito ver o resgate da equipe canarinho, que sempre busca o ataque, com toque de bola envolvente e acima de tudo com jogadores que fazem a diferença.

É só o início, mas que nos enche de esperança.

Infelizmente a Globo detentora dos direitos de transmissão dos jogos da seleção não mostrou a partida para todo o Brasil. Privilégio apenas para os que tem TV a cabo.

Essa sim é a verdadeira seleção brasileira de futebol. A seleção de Mano, de Pato, de Ganso, de Neymar, do Brasil. Uma seleção que poderá nos devolver em breve o status de melhor time de futebol do mundo.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

O vigarista do ano

Clifford Irving (Richard Gere) é um ambicioso escritor que tenta se firmar no mercado. Há muito tempo ele procura sem sucesso uma grande história para contar, até que decide criar uma sobre alguém real. O escolhido é Howard Hughes, um excêntrico milionário que há mais de uma década não aparece em público. Sem ao menos ter chegado próximo do protagonista do livro, a farsa toma proporções jamais imaginadas deixando Irving cada vez mais enrascado nas mentiras que conta.

O filme tem momentos de comédia, mas é um drama que narra a desventura de uma pessoa para conseguir a qualquer custo ser famosa. O roteiro explora o fato de que uma mentira repetida em exaustão pode virar uma verdade.

O ponto fraco é que em vários momentos a história perde o ritmo, tornando-se monótona. Nesse sentido a falta de interesse do espectador poderá dificultar a compreensão do filme.

“O vigarista do ano” funciona bem devido a sua dupla de protagonistas. Gere, sem a sua marca registrada – os cabelos grisalhos – soube interpretar um Irving vigarista e cativante. Mas é o ótimo Alfred Molina (Dick Susskind) no papel do fiel escudeiro do escritor que se destaca mais uma vez com uma atuação consistente.

Mesmo não sendo um filme memorável em nenhum sentido, é entretenimento garantido para os que gostam de histórias baseadas em fatos reais.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Os presidenciáveis

Ontem aconteceu o primeiro debate dos presidenciais na TV aberta. Achei melhor ver a semifinal da Taça Libertadores entre São Paulo e Internacional. Ok, muitos vão dizer que perdi uma ótima oportunidade de conhecer melhor os candidatos. Confesso, sei pouca coisa sobre os concorrentes ao cargo político mais cobiçado do país. Mas lendo alguns sites que fizeram a cobertura do “evento” fica claro que não perdi nada.

Analisando somente as fotos abaixo faço minhas primeiras considerações sobre os candidatos.


Serra é o que tem mais experiência administrativa, porém não é carismático.

Dilma Rousseff tem o apoio de Lula e um novo rosto após várias intervenções cirúrgicas. Mesmo nível de carisma do candidato tucano.

Marina Silva tem uma história de luta, seria o Lula de saias, mas brigou com o PT e hoje é a opção de quem não gosta dos favoritos.

Plínio de Arruda. Temos um quarto candidato?


quinta-feira, 5 de agosto de 2010

O último rei da Escócia

Uganda anos 70. O general Idi Amin (Forest Whiteaker) toma o poder do país com o intuito de melhorar a vida do seu povo. Após ser atendido pelo médico recém formado Dr. Nicholas Garringan (James McAvoy) a empatia entre ambos é imediata. Porém com o passar do tempo a verdadeira face de um dos piores ditadores de humanidade vai sendo desvendada pelo médico.

Apesar de o filme narrar acontecimentos reais, a história é contada através dos olhos do Dr. Nicholas, uma pessoa que jamais existiu na vida do ditador.

Ditador esse que é retratado como qualquer ser humano e por isso, em diversos momentos vemos um Idi Amin agradável, engraçado e evidentemente verdadeiro. Também somos apresentados ao outro lado de Amin e vemos como é incrível a capacidade do ser humano de ter atitudes extremamente condenáveis que vão ao desmembramento de uma de suas esposas até o canibalismo. Torturas e assassinatos também são atribuídos ao ex-líder.

A direção é de primeira, conferindo um ritmo de suspense que não nos permite desgrudar os olhos da TV. Com atores de primeira linha, as interpretações são fortes e marcantes. Premiado com o Oscar de 2007, Forest Withaker rouba a cena, beirando a perfeição em alguns momentos e juntamente com McAvoy faz uma das melhores dobradinhas dos últimos tempos no cinema.

“O último rei da Escócia” é um ótimo filme, e não poderia ser diferente. Com um grande roteiro, direção de qualidade e atuações fantásticas, não tinha como não dar certo.

Recomendadíssimo!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Um bom ano

Max Skinner (Russell Crowe) é um investidor inglês sem muitos escrúpulos que vive somente para ganhar cada vez mais dinheiro. Quando seu tio Henry (Albert Finney), seu parente mais próximo, morre, ele herda sua vinícola na França. Quando viaja ao local para ajustar detalhes a fim de vendê-lo, Max acaba passando uma temporada no local, deixando-se seduzir pelo inebriante clima francês e as lembranças de sua infância.

“Um Bom Ano” é uma história simpática, mas sem ritmo algum. Sem conseguir se definir entre a comédia, o drama e o romance a produção se perde. Totalmente previsível, abusando dos clichês, ainda conta com Russel Crowe tentando ser engraçado, não conseguindo achar o tom do seu personagem. Um desperdício.

As cenas cômicas são ingênuas e não combinam com a produção. O momento pastelão de dentro da piscina não consegue arrancar seque um sorriso do espectador. A aceleração da cena do carro em torno de uma praça nos faz pensar que houve um erro durante o processo de gravação.

Para salvar o filme, apenas a bela fotografia e a trilha sonora. Uma história água com açúcar que se encaixaria perfeitamente na Sessão da Tarde.

sábado, 31 de julho de 2010

A vida sexual da mulher feia

Num texto muito bem-humorado, a gaúcha Claudia Tajes descreve aventuras e desventuras da mulher feia, desde o tratamento diferenciado que recebe na família, na escola e nos relacionamentos amorosos na vida adulta.

“A vida sexual da mulher feia” é uma deliciosa ficção em que Ju relata todas as agruras decorrentes de sua feiúra. Uma das melhores passagens do livro refere-se ao nome completo da personagem. Tudo leva a crer que a autora partiu de experiência coletadas e ouvidas de pessoas amigas, ou mulheres feias, que lhe narravam suas experiências, visto que a história é rica de detalhes e lógicas.

O livro agrada tanto mulheres quanto os homens, afinal todo mundo um dia já acordou sentindo-se a pessoa mais feia do planeta. É daqueles livros que se lê em uma única sentada.

Se quiser uma leitura leve e atual essa é uma ótima dica.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Lambança na civil mineira

Acabo de ler no portal G1 a seguinte notícia: “Perna achada no Tietê passa por DNA em SP para saber se é de Eliza”.


Este caso está virando motivo de chacota para a polícia mineira. Apesar das evidências, as investigações ainda não conseguiram provas consistentes de que Eliza está morta. Se essa perna tornou-se a bola da vez (me desculpe o trocadilho), em outros momentos um corpo carbonizado encontrado também poderia ser da jovem, algo já descartado pela perícia.

Os acusados não facilitam as investigações, vídeos vazam para a imprensa e o delegado Edson Moreira precisa urgentemente de uma fonoaudióloga.

Nada melhor então que usar o humor, mesmo que seja negro pra definir essa perna. Se viva Eliza adorava viajar conforme fotos mostradas pelas redes de TV, depois de morta seu corpo ainda continua passeando pelo Brasil.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Onde está o humor?


Acabo de assistir o programa Casseta e Planeta, algo que não fazia desde a morte do saudoso Bussunda.

Se há tempos o humorístico foi considerado uma inovação do gênero o mesmo não se pode dizer da atração na atualidade. Será que existe alguém que acha graça dos quadros? As caracterizações dos personagens parodiando as novelas que sempre foram o ponto alto da atração já não fazem tanto sucesso.

Com a perda do mais carismático dos cassetas, a trupe não conseguiu manter o nível do programa e o humor que um dia foi inteligente hoje emburreceu.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Eneacampeão


A imagem por si já diz tudo. Só me resta acrescentar que com jogadores talentosos tanto no time titular quanto no banco de reservas a possibilidade de vitória é maior.

Essa sim é uma seleção que nos enche de orgulho!

domingo, 25 de julho de 2010

O CIRCO da Fórmula 1

O que leva um esportista a deixar de lutar por uma vitória quando se disputa uma competição? Como ex-atleta amador fico incomodado ao ver conchavos para que se favoreça uma equipe ou atleta. A grande beleza do esporte é a vontade de chegar ao ponto mais alto do pódio, a conquista de pontos importantes para ser um campeão.

Nessa linha de raciocínio o que dizer sobre o absurdo ocorrido no Grande Prêmio de Fórmula 1 da Alemanha, onde Felipe Massa foi obrigado a deixar que seu “companheiro” de equipe vencer a prova. Depois de Barrichello foi a vez de Massa se sujeitar a mais uma maracutaia desse esporte mais conhecido como circo, onde nós torcedores somos os palhaços.

O pior é ver as explicações do piloto brasileiro dizendo que a atitude foi em prol da equipe. Que se dane a equipe. Antes de tudo ele representa um país. Isso é típico de esportistas perdedores. Tenho vergonha de brasileiros como os citados que se sujeitam a tais práticas.

Duvido que Senna compactuasse com situações como essa. Aquele sim era um orgulho brasileiro. Bons tempos!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Corrida de rua



Muitas pessoas ainda dizem que não praticam uma atividade física regular por falta de dinheiro. Nesse caso uma boa opção é começar a correr. A modalidade que está cada vez mais na “moda” e praticamente não necessita de um alto investimento para se iniciar.

Nos últimos anos a corrida de rua tornou-se febre no Brasil aumentando significativamente o número de adeptos do esporte. Tal fato pode ser comprovado pela procura de profissionais qualificados para ministrar treinos nas academias, além do vasto calendário da modalidade para o ano de 2010.

Correr promove o aumento da capacidade cardiorrespiratória, reduz o índice de gordura corporal, propicia o melhor controle da pressão arterial, regula a taxa de sangue de açúcar no sangue (glicemia), melhora os níveis de colesterol, além de ser um momento para ampliar o circulo de amizades, afinal correr na companhia de outra pessoa é mais prazeroso. Garanto que é viciante.

Lembre-se, antes de iniciar qualquer atividade física procure o seu médico. Após a liberação do mesmo é importante escolher um profissional de Educação Física qualificado para elaborar o seu treino.

Só depende de você!

terça-feira, 20 de julho de 2010

Aula 37

Sou professor credenciado Jump Fit e um dos momentos mais aguardados pelos alunos é o lançamento de uma nova aula.

A expectativa era tão grande visto que a houve uma demora entre os módulos 36 e 37 (culpa da Copa do Mundo).
Porém a espera valeu muito a pena. Com coreografias bem elaboradas e músicas atuais, a aula superou a anterior. Com a volta de compulsórios (passos) que fazem sucesso entre os alunos o novo módulo agradou a todos.

Se você ainda não conhece a modalidade procure uma academia credenciada na sua cidade e vá empurrar a lona, afinal o verão está quase chegando.

Acesse o site www.fitpro.com.br/jumpfit e conheça mais sobre o Jump Fit.

domingo, 18 de julho de 2010

Ratatouille

Remy é um rato que vive em Paris e sonha em se tornar um cozinheiro famoso, mas o fato dele não ser humano pode atrapalhar seus planos. Por isso, forma uma improvável parceria com Linguini, o novo ajudante de cozinha do restaurante Gusteau´s.

“Ratatouille” é uma animação divertida, pura e inteligente. Um filme que dosa toques de absurdo e fantasia a situações reais, destacando valores como a superação pessoal e a persistência na busca por um sonho.

O retrato da cidade francesa foi perfeito, não apenas ressaltando as qualidades, mas também suas falhas. Isso foi bastante original e "casou" bem com a fantasia do filme.

Com uma trilha sonora excelente o filme seduz tanto os espectadores infantis quanto os mais crescidos. Para os que gostam do gênero considero um dos melhores já realizados pela Disney-Pixar.