Pular para o conteúdo principal

Greve de professores em ano de eleição

Em greve há 35 dias, os professores da rede estadual de ensino de Minas Gerais decidiram desrespeitar a decisão judicial que considerou a greve ilegal e votaram pela permanência da paralisação.

É vergonhosa a remuneração dos profissionais da educação não somente em Minas, mas de todo Brasil.

Atuei no magistério por 6 anos e sou a favor de que os profissionais se mobilizem lutando por melhores condições de trabalho e salarial. Porém o momento em que os sindicatos se organizam a favor da classe é que pode ser discutido, na maioria das vezes em ano de eleições.

Fazendo uma pesquisa na internet encontrei referência de paralisações nos anos de 2007, 2008 e 2009 inferiores há 30 dias.

Não é segredo para ninguém que a maioria dos líderes sindicais tem ligações partidárias e acabam muitas vezes utilizando do movimento em favor de certos candidatos políticos.

Até mesmo os profissionais que aderiram ao movimento têm a consciência que não serão aceitas todas as reivindicações, principalmente na questão salarial. É sabido que os governantes também não são abertos a negociações, mas acredito que com uma liderança organizada e coerente com os anseios da categoria os resultados poderiam ser mais consistentes.

Uma sugestão seria aumento de 5% superior a inflação do ano durante 4 anos. Nesse sentido essa discrepância entre o que é real e o ideal poderiam diminuir. Espero mesmo que tudo não termine da mesma forma como iniciou há dias atrás, ou seja, sem nenhum benefício para essa classe tão sofrida.

Comentários

Luan Silva disse…
Isso é uma vergonha, depois o país faz campanha para a juventude cursar nas Universidade cursos de licenciatura. Quem é o louco que quer ser professor ? Fora eu claro! As vezes fico bastante triste de como o nosso país tem e vem, tratando a Educação. Não vou negar que tem melhorado muito, porém não o suficiente para dizer que somos um país que se preocupa com a Educação. O que me mais me entristecesse é a maneira que o sistema trata os profissionais de educação, muitas vezes tratados como cachorros.. Isso é Brasil !
bem, eu sou acadêmico de Letras e Literatura Portuguesa, me formarei com certeza para ser professor, e quando eu leio essas coisas eu costumo pensar que hoje em dia o mais importânte é tratado de forma básica, e se não, regular, a educação.
é claro que, pra ser professor você tem que GOSTAR MESMO DISSO, mas pensar também em fatores como salário e suporte são segmentos que fazem com que paramos pra pensar quando a educação vai ser levada a sério, quando os mediadores (professores) da educação vão receber o que realemente merecem.

se der comenta no meu, abraços.
Lúcio disse…
E quem "tora a brita" são os estudantes.
Fica A Dica disse…
isso que dá receber mal! hahaa
Macaco Pipi disse…
tá tudo perdido!
Alice R. disse…
Infelizmente isto ocorre. Não é segredo pra ninguém que a profissão de professor é a base de todas as demais profissões. Com salários baixos e todas as dificuldades e problemas vivenciados dentro do espaço de trabalho estes profissionais entram numa baixa auto-estima que repercute de maneira negativa no trabalho, diminuindo a capacidade de ensino.
Depois de anos é que o governo vem tentar corrigir um erro que deveria ser cortado na base. Lança campanhas e mais campanhas de novas Universidades quando muitas já existentes não conseguem se manter, tenta solucionar o problema dando vagas a uma classe social de baixa renda quando na verdade deveria solucionar o problema do ensino nas escolas públicas.
Falta conhecimento básico, falta patriotismo e o verdadeiro sentido de república, de democracia.
Enquanto as greves relacionadas a política... É uma pena! Fala-se tanto em corrupção quando na verdade a corrupção começa ai, dentro de casa, do própria trabalho, com coisas que parecem simples.
Não vai ser assim que os problemas da educação brasileira serão resolvidos!
O problema vai bem mais além do que isto!
Fica A Dica disse…
e isso que dá também não querer ensinar --'
Judson Coelho disse…
tá tudo perdido [2] =[
Niko Travesso disse…
retribuindo:
tb sou a favor das greves mas o ruim é que quem acaba pagando o pato são os alunos neh isso?
e sou espirituoso de qualquqer jeito! =]

http://nikomoska.blogspot.com/
Cristina Costa disse…
Fabiano,concordo com vc em certa parte.

Gostaria de deixar aqui alguns comentários que fiz no meu blog:

* As negociações como melhoria de salário e condições de trabalho, são feitas com o governo durante todo o seu mandato.

* A nossa classe é que sempre espera que ele(governo), vá cumprir com os combinados...

* Ai chega no final de mandato...e NADA....

* QUEREM negociar para depois NOVAMENTE, a mesma história de sempre.

* Quem está na sala de aula de uma escola pública sabe bem o que é ficar esperando por um acordo ou melhor, direito e ele nunca vir.

* Estamos cansados das tantas promessas...

* É só isto!!!

Falo principalmente em meu nome que estou no Estado trabalhando como professora de Matemática e quando entrei ou melhor troquei a Escola Particular pela pública o salário básico era de "3 salários mínimos"para o professor P1( magistério) e de 5 salários mínimos para P3(licenciatura) como era o meu caso na época.Estou falando de salário BÁSICO, aquele ao qual incide as vantagens como pó de giz, biênio(que foi cortado),quinquênio e outros.. E hoje?????

É ESTA VERGONHA QUE VC E TODA A SOCIEDADE PODE COMPROVAR!!!!!

Vc já deve ter visto nossos contra cheques rodando por ai...

ESTAMOS APENAS MAIS UNIDOS POIS JÁ ESTAMOS CANSADOS E DESGASTADOS DE TANTAS PROMESSAS TIPO: "DEPOIS DE ENXUGAR A MÁQUINA ADMINISTRATIVA E AS ARRECADAÇÕES AUMENTAREM VAMOS REVER OS SALÁRIOS DO PROFESSORES."

E AI????? ACONTECEU?????

Foi um prazer conhecer vc e seu blog.
é triste saber da greve porque prejuduca e muitos os estudantes.
Mais é necessaria já que é um deserpeito aos professores que merecem melhores condições ja que preparam muitas crianças para o futuro e por isso seus trabalho é de suma importancia.
bem ja comrelação ao ao de eleição espero que realmente não seje apenas uma menairas dos candidatos usarem pra conseguir mais votos, espero de verdade que tanha um final feliz para todoa, professores e aluno.

xau
' αliиε ' disse…
Minha mãe é professora pós graduada e ganha menos de 1.200 reais.
Isso comparado a outras profissões é um salario inicial.
Me sinto envergonhada em viver num pais que não valoriza os professores, nem investe na educação.
César disse…
Bom, o salario dos prof estão otimos...cada um tem o que merece, afinal quem mandou ser professor num país onde todo mundo sabe que essa profissão não é valorizada...acho bem feito pra eles.
Fabiano disse…
César,
Ainda bem que temos professores que mesmo sabendo de todas as dificuldades amam aquilo que fazem. Se não são bem remunerados isso é um problema do sistema, mas ao menos conseguiram te passar algo para que pudesse fazer suas escolhas. E é claro que vc não será um docente, afinal para pessoas que pensam como vc o que importa é o qto se tem e não o que se pode conseguir tentando educar um povo. Mas tenho certeza que seus professores tentaram, mas quando alguem não quer não adianta tentar. Fazer com que as pessoas valorizem o professor é quase que fazer milagres. E milagres os professores fazem ao educar com poucas condições de trabalho e salários vergonhosos.
Francorebel disse…
Proibir greve?... Ai, ai, viu...
Marcus Portella disse…
Vergonha !

essa palavra que tenho ao ler uma coisa dessa ...
onde ja se viu proibir greve ?! HAuHaUahUAh
só podem estar brincando !
Esther cyrraia disse…
Pois é, o movimento sindical antes de mais nada é um movimento político, mas não só a classe dos professores mas todos os trabalhadores teem que agradecer muito aqueles que lutaram antes de nós, e é claro lutarmos hoje pelos que virão amanhã!

ótima reflexão

sucesso!
Ingo disse…
Retribuindo Visita

Professores todo ano faz greve...
Sei que eles estão lutando por um salario mais digno ou uma melhor educação.... Mas sei lá....

============

Sobre Devil Beside You
Sim eu assisti tudo e é muito lindo
é uma Novela de 20 episodios... vale a pena ver ^^

bjssss
Cristina disse…
César,

Desejo que a profissão que você escolher por vocação seja bem remunerada e nunca precise reivindicar melhores salários.
Cristina disse…
Fabiano,

Vc foi muito feliz nas palavras em relação ao comentário do caríssimo "César".

Parabéns!!!!!

AH!!! Já ia me esquecendo... Pelo menos com esta greve tive a oportunidade de conhecer várias pessoas e suas opiniões e isto me fez crescer muito com ser humano e como cidadã!!!
Com certeza, voltarei para a sala de aula, muito mais politizada que antes. Mesmo sem aumento, se assim o for,( espero que não) continuarei tendo a mesma postura ética, responsável e preocupada com a qualidade da educação que sempre tive.

Maria Cristina Costa- professora de Matemática da E.E. Padre José Senabre em Vespasiano.


Para efeito de informação ao nosso colega "César" eu e muitos colegas escolhemos a profissão por vocação,e não por falta de oportunidade em outras áreas mais bem remuneradas. Acreditamos na Educação como transformação do ser humano de forma integral,mas infelizmente ninguém sobrevive só com ideiais...
Precisamos de salários dígnos, coisa difícil neste nosso País para quem realmente trabalha honestamente!!!!
Luciano Costa disse…
Disse...
Ta tudo perdido²
Junnior Moutinho disse…
acho uma #putafaltadesacanem , minha escola ta de greve a 1 mês. quero ver se vo ter férias.#sofrendo

Postagens mais visitadas deste blog

Jump Fit x Power Jump

Sou professor capacitado do Jump Fit desde 2003. Acompanhei durante esses 07 anos todas as transformações e melhorias que foram necessárias para manter o sucesso da modalidade. Nesse meio tempo, outros programas similares também foram criados provocando uma concorrência nesse segmento no mercado do fitness.
Há poucos dias um colega de profissão me convidou para fazer uma aula de Power Jump da empresa Body Systems. Já tinha ouvido falar do programa, mas nunca havia participado de uma aula. Meu contato com o Jump sempre foi com a Fit-Pró, pioneira no Brasil com esse tipo de modalidade.
Basicamente a estrutura das aulas são similares. A diferença está na forma como é realizado o aquecimento, nas pausas entre coreografias e na duração de algumas músicas. Não tive acesso ao material didático da Body Systems, porém conversei com o professor e as considerações feitas pelo mesmo me permitem fazer as minhas a respeito dos programas.
Nas aulas de Jump Fit existe uma música inteira dedicada ao aque…

Programas de qualidade na TV brasileira

A TV aberta no Brasil passa por um momento onde programa de conteúdo é cada vez mais raridade na programação. Devido ao trabalho acompanho vejo TV com mais frequência à noite e eventualmente nos finais de semana, porém prefiro acompanhar a programação dos canais fechados.
Mas como nem tudo está perdido, dou a dica de cinco programas que na minha modesta opinião vale a pena acompanhar:
1 – Profissão Repórter (Globo – 3ª feira): Uma equipe de jovens jornalistas sob o comando de Caco Barcellos, consegue levar coberturas sólidas em diferentes ângulos de uma mesma notícia. Com maestria o veterano jornalista consegue destacar o processo de profissionalização de jovens recém-formados em cada etapa da matéria, aprendendo na prática a elaborar a reportagem, desde a apuração até a edição final.

2 – A Grande Família (Globo – 5ª feira): Com um texto de primeira linha e um grupo de atores do mais alto gabarito o programa retrata de forma engraçada situações rotineiras de uma família de classe média. …

Valentin

Com pais ausentes e um ambiente familiar conturbado, Valentin é um menino imaginativo, cujo maior sonho é ser uma criança comum, com uma família de verdade. Enquanto tenta consertar as falhas em seu mundo, ele será capaz de trazer alegria, sabedoria e até mesmo romance aos adultos que o cercam.
“Valentin” é um dos filmes mais encantadores que assisti. A história nos emociona do início ao fim. Um drama inocente e cheio de esperança que ficou muito bem narrado por uma criança.
Rodrigo Noya, o protagonista, nos cativa pela sua sensibilidade e inteligência, longe de ser uma daquelas crianças prodígio chatas. O menino é um escândalo de tão bom. Valentin pode ser vesgo e usar óculos fundo de garrafa, mas enxerga perfeitamente o ponto fraco da maioria dos adultos que o cercam.
Outro ponto forte é a química entre os atores. Perfeitos dentro dos seus papéis. Destaque para Carmen Maura, como sempre brilhante em tudo que faz. Elenco nota 10.
Cinema argentino, leve, sensível e de excelente qualidade…