Pages

sábado, 31 de julho de 2010

A vida sexual da mulher feia

Num texto muito bem-humorado, a gaúcha Claudia Tajes descreve aventuras e desventuras da mulher feia, desde o tratamento diferenciado que recebe na família, na escola e nos relacionamentos amorosos na vida adulta.

“A vida sexual da mulher feia” é uma deliciosa ficção em que Ju relata todas as agruras decorrentes de sua feiúra. Uma das melhores passagens do livro refere-se ao nome completo da personagem. Tudo leva a crer que a autora partiu de experiência coletadas e ouvidas de pessoas amigas, ou mulheres feias, que lhe narravam suas experiências, visto que a história é rica de detalhes e lógicas.

O livro agrada tanto mulheres quanto os homens, afinal todo mundo um dia já acordou sentindo-se a pessoa mais feia do planeta. É daqueles livros que se lê em uma única sentada.

Se quiser uma leitura leve e atual essa é uma ótima dica.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Lambança na civil mineira

Acabo de ler no portal G1 a seguinte notícia: “Perna achada no Tietê passa por DNA em SP para saber se é de Eliza”.


Este caso está virando motivo de chacota para a polícia mineira. Apesar das evidências, as investigações ainda não conseguiram provas consistentes de que Eliza está morta. Se essa perna tornou-se a bola da vez (me desculpe o trocadilho), em outros momentos um corpo carbonizado encontrado também poderia ser da jovem, algo já descartado pela perícia.

Os acusados não facilitam as investigações, vídeos vazam para a imprensa e o delegado Edson Moreira precisa urgentemente de uma fonoaudióloga.

Nada melhor então que usar o humor, mesmo que seja negro pra definir essa perna. Se viva Eliza adorava viajar conforme fotos mostradas pelas redes de TV, depois de morta seu corpo ainda continua passeando pelo Brasil.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Onde está o humor?


Acabo de assistir o programa Casseta e Planeta, algo que não fazia desde a morte do saudoso Bussunda.

Se há tempos o humorístico foi considerado uma inovação do gênero o mesmo não se pode dizer da atração na atualidade. Será que existe alguém que acha graça dos quadros? As caracterizações dos personagens parodiando as novelas que sempre foram o ponto alto da atração já não fazem tanto sucesso.

Com a perda do mais carismático dos cassetas, a trupe não conseguiu manter o nível do programa e o humor que um dia foi inteligente hoje emburreceu.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Eneacampeão


A imagem por si já diz tudo. Só me resta acrescentar que com jogadores talentosos tanto no time titular quanto no banco de reservas a possibilidade de vitória é maior.

Essa sim é uma seleção que nos enche de orgulho!

domingo, 25 de julho de 2010

O CIRCO da Fórmula 1

O que leva um esportista a deixar de lutar por uma vitória quando se disputa uma competição? Como ex-atleta amador fico incomodado ao ver conchavos para que se favoreça uma equipe ou atleta. A grande beleza do esporte é a vontade de chegar ao ponto mais alto do pódio, a conquista de pontos importantes para ser um campeão.

Nessa linha de raciocínio o que dizer sobre o absurdo ocorrido no Grande Prêmio de Fórmula 1 da Alemanha, onde Felipe Massa foi obrigado a deixar que seu “companheiro” de equipe vencer a prova. Depois de Barrichello foi a vez de Massa se sujeitar a mais uma maracutaia desse esporte mais conhecido como circo, onde nós torcedores somos os palhaços.

O pior é ver as explicações do piloto brasileiro dizendo que a atitude foi em prol da equipe. Que se dane a equipe. Antes de tudo ele representa um país. Isso é típico de esportistas perdedores. Tenho vergonha de brasileiros como os citados que se sujeitam a tais práticas.

Duvido que Senna compactuasse com situações como essa. Aquele sim era um orgulho brasileiro. Bons tempos!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Corrida de rua



Muitas pessoas ainda dizem que não praticam uma atividade física regular por falta de dinheiro. Nesse caso uma boa opção é começar a correr. A modalidade que está cada vez mais na “moda” e praticamente não necessita de um alto investimento para se iniciar.

Nos últimos anos a corrida de rua tornou-se febre no Brasil aumentando significativamente o número de adeptos do esporte. Tal fato pode ser comprovado pela procura de profissionais qualificados para ministrar treinos nas academias, além do vasto calendário da modalidade para o ano de 2010.

Correr promove o aumento da capacidade cardiorrespiratória, reduz o índice de gordura corporal, propicia o melhor controle da pressão arterial, regula a taxa de sangue de açúcar no sangue (glicemia), melhora os níveis de colesterol, além de ser um momento para ampliar o circulo de amizades, afinal correr na companhia de outra pessoa é mais prazeroso. Garanto que é viciante.

Lembre-se, antes de iniciar qualquer atividade física procure o seu médico. Após a liberação do mesmo é importante escolher um profissional de Educação Física qualificado para elaborar o seu treino.

Só depende de você!

terça-feira, 20 de julho de 2010

Aula 37

Sou professor credenciado Jump Fit e um dos momentos mais aguardados pelos alunos é o lançamento de uma nova aula.

A expectativa era tão grande visto que a houve uma demora entre os módulos 36 e 37 (culpa da Copa do Mundo).
Porém a espera valeu muito a pena. Com coreografias bem elaboradas e músicas atuais, a aula superou a anterior. Com a volta de compulsórios (passos) que fazem sucesso entre os alunos o novo módulo agradou a todos.

Se você ainda não conhece a modalidade procure uma academia credenciada na sua cidade e vá empurrar a lona, afinal o verão está quase chegando.

Acesse o site www.fitpro.com.br/jumpfit e conheça mais sobre o Jump Fit.

domingo, 18 de julho de 2010

Ratatouille

Remy é um rato que vive em Paris e sonha em se tornar um cozinheiro famoso, mas o fato dele não ser humano pode atrapalhar seus planos. Por isso, forma uma improvável parceria com Linguini, o novo ajudante de cozinha do restaurante Gusteau´s.

“Ratatouille” é uma animação divertida, pura e inteligente. Um filme que dosa toques de absurdo e fantasia a situações reais, destacando valores como a superação pessoal e a persistência na busca por um sonho.

O retrato da cidade francesa foi perfeito, não apenas ressaltando as qualidades, mas também suas falhas. Isso foi bastante original e "casou" bem com a fantasia do filme.

Com uma trilha sonora excelente o filme seduz tanto os espectadores infantis quanto os mais crescidos. Para os que gostam do gênero considero um dos melhores já realizados pela Disney-Pixar.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Revista não faz milagre


É impressionante como em pleno século XXI ainda tem muitos alunos nas academias que acreditam nas receitas milagrosas que encontram em revistas ditas “especializadas” em saúde como a “Boa Forma”.

Chega a ser hilário as chamadas das capas: “Acabe com aquela gordurinha em 1 mês”, “Abacate emagrece. A dieta derrete 4 kg em 15 dias”, “Barriga chapada em 1 mês”, “Aumente o seu bíceps em 20 dias. Poderia transcrever diversos absurdos que algumas pessoas insistem em acreditar.

O que me assustou recentemente é que revistas como a Men´s e Women´s Health que sempre trataram dos assuntos referentes a atividade física de forma mais profunda também estão utilizando a estratégia da “Boa Forma”.

Como uma leitura de puro entretenimento as revistas são interessantes, mas caso necessite de um treinamento com bases científicas basta procurar um bom profissional de Educação Física.

Lembre-se, para ganhar massa muscular ou perder gordura corporal é necessário respeitar a individualidade do aluno. Nas revistas somos todos iguais.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Humor de Qualidade? Assista essas crianças

Nunca fui fã dos programas de humor como o Zorra Total, A Praça é Nossa e a Escolhinha do Professor Raimundo que utilizam os bordões como sua marca registrada. Porém recentemente vi no youtube um vídeo do quadro “Vamos brincar de que?” do Zorra Total e achei o máximo. Desde então sempre que estou em casa nas noites de sábado me organizo para vê-lo. Quando isso não é possível procuro na internet para dar boas risadas.


O quadro é uma tradução da maneira como as crianças vivem o universo delas. Tanto sucesso deve-se ao fato dos protagonistas serem os mais consagrados humoristas da nova geração. Samantha Schmütz (a melhor de todos), Katiuscia Canoro, Wagner Trindade e Marcos Veras tem uma sintonia poucas vezes vista no humor e nos brindam com atuações de fazer até o mais carrancudo sorri das situações vividas pelas “crianças”.

Espero que essa trupe saia da TV e leve esse sucesso para os palcos do teatro.

Para os que ainda não viram abaixo uma amostra dos que eles aprontam.

domingo, 11 de julho de 2010

O Labirinto do Fauno

Espanha, 1944. Oficialmente a Guerra Civil já terminou, mas um grupo de rebeldes ainda luta nas montanhas ao norte de Navarra. Ofelia (Ivana Baquero), de 10 anos, muda-se para a região com sua mãe, Carmen (Ariadna Gil). Lá as espera seu novo padrasto, um oficial fascista que luta para exterminar os guerrilheiros da localidade. Solitária, a menina descobre um labirinto que faz com que todo um mundo de fantasias se abra, trazendo consequências para todos à sua volta.

O que o diretor Guillhermo Del Toro conseguiu com esse longa é inacreditável. O filme é persuasivo, impactante e mágico. Mistura a realidade dura e sangrenta de uma ditadura com a beleza dos contos de fadas.

O que mais agrada nessa produção é a maneira sublime com que os personagens nos deixam envolvidos, apreensivos e emocionados ora com inocência, fantasia e tirania, expressada por todas as suas virtudes no decorrer do filme.

Com uma ótima fotografia, trilha sonora, direção de arte e maquiagem “O Labirinto do Fauno” é daqueles DVD´s que não podem faltar na coleção dos amantes do cinema.

Um FILMAÇO!

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Elas estão no topo


Ninguém duvida que o Brasil seja um país musical. De dimensões continentais somos privilegiados por termos diversos ritmos dentro de uma mesma nação.

Independente do gosto o que me intriga é que nas últimas décadas as cantoras tem se destacado no cenário musical desbancando os intérpretes masculinos.

Abaixo faço uma lista para efeito de comparação a partir dos anos 80 época na qual comecei a me interessar por música. Os intérpretes estão inseridos na década que desapontaram para o sucesso. Excluo da listagem as bandas, duplas sertanejas, trios, quartetos. O foco são cantores que fazem carreira solo. A intenção é observar a mudança de predomínio dos sexos no âmbito musical com o passar das décadas.



Concorda com a lista? Tem algum predileto que não foi citado?


segunda-feira, 5 de julho de 2010

REC

Ángela Vidal (Manuela Velasco) é uma jornalista que, juntamente com seu operador de câmera Pablo (Pablo Rosso), faz uma reportagem em um quartel do Corpo de Bombeiros, na intenção de mostrar seu cotidiano. Porém o que aparentemente seria uma saída noturna rotineira de resgate logo se transforma em um grande pesadelo. Presos em um edifício, a equipe de filmagens e os bombeiros enfrentam uma situação desconhecida e letal.

“REC” é um filme de terror de origem espanhola, que apesar de curto é intenso do início ao fim. A opção de filmagem com câmara digital resulta em ótimos momentos de suspense, similar ao “Bruxa de Blair”.

O desespero dos personagens, o realismo e a falta de explicação criam um clima de terror sem a necessidade de efeitos especiais.

Confesso que não esperava tanto no começo, mas com o desenrolar a trama se torna eletrizante. Caso não tenha visto a dica é alugar o DVD e assistir de preferência à noite.

domingo, 4 de julho de 2010

Jogador de futebol e o crime

Desde a semana passada o nome do jogador Bruno do Flamengo tem sido veiculado nos jornais não por suas defesas no campo de futebol e sim como o principal suspeito do assassinato de Eliza Samudio que diz ter um filho do goleiro.

A revista VEJA dessa semana trás a foto do goleiro com a seguinte manchete: “Traição, orgias e horror”. Na reportagem ele conta das festas que normalmente os jogadores realizam sempre regadas com muitas bebidas e mulheres.

Se Bruno é o culpado no desaparecimento da jovem isso somente a polícia é quem poderá dar a resposta, mas é impressionante como cada vez mais os atletas de futebol estão se envolvendo com o mundo do crime, das drogas e da violência contra mulheres (uma covardia). Muitos desse vêm de uma origem humilde, sem estudos e normalmente vivenciam a violência desde pequenos. Quando conseguem o estrelato, deslumbram-se e acham-se acima do bem e do mal.
Vagner Love, Adriano, Marcinho, Vampeta são apenas alguns exemplos de jogadores que se envolveram em confusões extra campo, mas no quesito assassinato Bruno é o primeiro. Só nos resta acompanhar o desfecho dessa história e aguardar qual será o próximo jogador a estar nas páginas policiais. Façam suas apostas.

sábado, 3 de julho de 2010

E tudo volta a ser como era antes...

Após uma overdose de Copa de Mundo, a vida esportiva do país volta ao seu rumo uma semana antes do esperado, ou melhor, além do esperado, afinal com o nível dos jogadores brasileiros que estavam na África, fomos até muito longe.

O futebol continuará tendo o destaque com o retorno do campeonato brasileiro e as finais da Copa Libertadores. A Liga Mundial de vôlei vai chegando ao seu término sem que houvesse uma divulgação tão intensa como em anos anteriores, o Mundial de Fórmula 1 é dominado pelos estrangeiros enquanto nós brasileiros entramos apenas para participar.

E quanto aos outros esportes? Pra que se preocupar, a Olimpíada no Brasil é só em 2016 e até lá é possível aparecer uma meia dúzia de atletas diferenciados para disputar uma medalhazinha de ouro. A formação de atletas de base pode ser comparada com o Dunga como técnico da seleção, ou seja, não existe. E tudo continua na mesma...

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Orgulho e Preconceito


Inglaterra, 1797. As cinco irmãs Bennet são criadas por sua mãe (Brenda Blethyn) para se casar com um bom marido. Quando o Sr. Darcy (Matthew Macfadyen) se muda para a região, sendo rico, belo e solteiro, começa uma grande confusão entre ele e Elizabeth (Keira Knightley), uma das irmãs predestinadas ao casamento.

“Orgulho e Preconceito” é um filme completo. Primoroso na direção de arte, fotografia, cenário e trilha sonora. O controle dos planos de sequência é perfeito.

O filme está longe de ser um daqueles dramas de época chatos e monótonos com ritmo arrastado. Além do drama pessoal dos personagens, tem uma série de cenas hilárias e uma história de amor cativante, apesar de previsível. Aliás, a previsibilidade é o que menos importa no filme. Todo o elenco está perfeito.

Apesar do foco da história ser a vida das mulheres Bennet, a grande cena do filme ficou reservada para o fabuloso Donald Sutherland no papel do patriarca. O diálogo final entre ele e Elizabeth emociona até o mais rude espectador.

Um filme imperdível.

No bônus do DVD vale à pena conferir as locações do filme.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Empresas e seu irritante call center

Existe algo mais inconveniente do que receber uma ligação às 22:00 h de um atendente de call center? Provavelmente muitas pessoas já passaram por isso e recentemente fui contemplado com essa ligação.

Entendo que os funcionários que estão do outro lado da linha são os menos culpados pelas ligações, afinal eles estão fazendo o seu trabalho. Os verdadeiros vilões são as empresas que ainda insistem em manter tais procedimentos irritando quem recebe as ligações, principalmente em horários que a maioria das pessoas quer relaxar após um dia de trabalho.

Se eles são sempre tão profissionais ligando para oferecer os produtos aos possíveis clientes, posso afirmar que quando somos nós que ligamos nem sempre esse profissionalismo é igual. É raro quando as empresas conseguem solucionar nossas dúvidas sem que transfiram a ligação para o outro setor responsável, que transfere para o outro setor responsável, que transfere para o outro e quando menos esperamos a ligação cai.

Por isso quando me ligam para oferecer algo simplesmente digo que não quero e a ligação também cai.