Pages

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Educação: algo cada vez mais raro

Esse final de semana assisti a peça “Amar é uma comédia” protagonizada por Naila Brizard (um transformista de Belo Horizonte) e Pedro Seixas, ambos participantes de um programa na rádio 98 FM.

A história se passa dentro de um barco na praia de Porto Seguro, onde os personagens discutem a relação conjugal prestes a acabar. A peça não apresenta nada de novo, é uma comédia do tipo pastelão onde o intuito é fazer as pessoas rirem. De positivo, destaco o texto que contém apenas um palavrão (algo raro em peças do gênero) e a atuação de Naila, que carrega a peça nas costas, já que seu parceiro é fraco.

Mas o que me incomodou foi o fato de alguns espectadores conversarem durante o espetáculo. Rir é natural, comentar, tentar puxar papo com os atores durante a peça é algo completamente inadmissível. Infelizmente um mau hábito corriqueiro em cinemas e teatros brasileiros. Em determinado momento foi necessário a intervenção dos atores solicitando que a pessoa em questão calasse a boca. Ao final, durante os agradecimentos Naila e Pedro trataram com humor a situação, sugerindo que a mulher jamais tivesse ido ao teatro.


A falta de educação e respeito com o espaço do outro é algo cada vez mais alarmante. Infelizmente as pessoas não sabem como se comportar em espaços culturais e acham isso normal. Normal como furar filas, jogar lixo no chão, dirigir embriagado. Enquanto isso a gente vai vivendo.

22 comentários:

Nettow disse...

tem gente que sempre izagera , em certas horas amigo rs

JaCoNa disse...

Concordo. As pessoas fizeram das salas de cinema e teatro um playground.
Algms comentarios são até aceitáveis, mas gritinhos, palavrões, conversa fiada e coisas do gênero são o cumulo do absurdo.

Pobre esponja disse...

Isso é super chato. Rola muito com excursões e tal... é péssimo...
O legal é quando o artista dá um esporro necessário...

abç
Pobre Esponja

Hemmely disse...

concordo tbm .. é uma problemética.
gostei do tema.. mt bom :)

Loverocklive disse...

Primeiramente parabéns pelo novo leiaute do seu blog, e sobre a falta de educação acho que isso é tão natural que tem pessoa que nem liga mais ..o que é uma pena.

Natália disse...

O teatro era diferente, mas agr se misturou. Uma lástima.. educação vem de berço

Macaco PIPI disse...

ngm investi fiiii

Lucas Agra disse...

concordo com tudo q escreveu. infelizmente, a nossa população mal sabe se comportar a rua, quanto mais em uma sala de teatro. é triste, mas é a pura verdade.

muito bom o blog.

Mateus disse...

É triste, mas essas pessoas existem. Pura falta de educação conversar em ambientes culturais, e a pessoa não 'liga o desconfiômetro'.
E a gente acaba passando raiva e não aproveitando o espetáculo por causa de um lixo desses. Desprezível!

Nicelle Almeida disse...

Olá.
Parabéns pelo blog, n o conhecia. Gostei bastante e vou te seguir.
Achei muito legal e cima de tudo, importante o seu post. Tb fico indignada com certas coisas que vejo. A educação é algo raro e para poucos, infelizmente.
Um forte abraço e sucesso na trilha! ;)
Me visita tb? Ficarei muito feliz.
Se gostar, tb me segue.
www.nicellealmeida.blogspot.com

Nanci S. Bizutti disse...

deprimente a falta da minima educação que um ser humano deveria ter.
Vergonha alheia

Kássia Rayane disse...

Adorei o post! É bem isso mesmo, as pessoas estão sem educação pra ir em lugares assim, rir da peça, comentar alguma fala , é normal e tal . Mais falar no celular , tenta puxar papo com os atores , nossa isso acaba com a concentração dos atores e da plateia inteira.. Otimo blog! sucesso =*

william disse...

Nossa é falta de educação e de noção puxar assunto com o ator em pleno andamento da peça. em fim é Brasil né

Garbo disse...

cara, nao se de onde vc fala, mas aqui no rio algumas dessas coisas estao diminuindo, dirigir bebado e´quase fora de cogitacao devido a lei seca sempre atuante, os outros "crimes sociais" variam de acordo com o ambiente...

espero q a sociedade ou pelo menos parte dela se torne mais social e nao individual..

Karla Hack disse...

Tem selo para vc lá no blog!
;D

Daniel Silva disse...

Realmente, o brasileiro precisa aprender muito sobre educação.

E nesse caso nem é questão de classe social, pq pobre não vai tanto assim ao teatro...

já sobre os palavrões, acho divertidíssimo. Nos liberta dos nossos pudores... Da nossa vã moralidade!

http://apenas-daniel.blogspot.com/

kikolibanetto disse...

É, realmente, tem gente que não tem consciência de que lugar pra conversar é em barzinho, não em teatro e cinema.

danilo disse...

A Educação é algo que precisa ser investido, fiz uma entrevista com um político de minha cidade e a educação foi citada vale a pena conferir
http://danilofutebol.blogspot.com/

Caroll disse...

Odeeeio quando o pessoal q nao se interessa pelo filme começa a bater papo na sala de cinema ou simplesmente fica falando ao telefone.
Tem gente que faz de proposito.
Bando de mal educados!


www.bellezapoemesa.blogspot.com

Guilherme D. Dutra disse...

Otimo post! Parabéns pela iniciativa. Tem gente msm q não se toca :B

- Aloooooow! Maaaae eu deixei ah chave em cima da mesa!
- O qqqqqqq?? :B

*fdp voando

caa disse...

adoro ir pro cinema, nem sempre vou pro cinema pra ver filme, acontece outras coisas,mas enfim,pelo menos é a idéia inicial x; SHUIAHS

Aniceto Lopes disse...

Raro, necessario, indispensavel.

Tantos sao os adjetivos que cabem dentro da palavra educação, mas as pessoas infelizmente nao levam a serio e com a Dilma na presidencia a gente vai correr pra trás.