Pages

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Novidades no amor

Após um divórcio agitado, Sandy (Catherine Zeta-Jones) uma bela quarentona com dois filhos, resolve recomeçar a vida em Nova York. Entre o novo trabalho, as crianças e a academia, Sandy não tem tempo para nada. Para não deixar os filhos sozinhos, ela contrata Aram (Justin Bartha) um rapaz de 24 anos que trabalha como garçom para ser o babá das crianças. Com o tempo, Aram se envolve cada vez mais com as crianças, sendo como um integrante da família.

A comédia-romântica “Novidades no amor” mantém todos os clichês indispensáveis ao gênero. Com um roteiro que não apresenta nada de novo, o filme acaba ficando sem graça.

Com tentativas de humor que simplesmente não funcionam, a maioria das cenas que poderiam arrancar boas risadas seguem a linha de comédias do tipo American Pie, algo que não combina com os atores e com a história.

Outro fato que impressiona é como as crianças do filme não agem como crianças e sequer falam como crianças. Toda vez que abrem a boca é para dar uma tirada espirituosa ou de baixo nível, apesar desses diálogos serem os melhores.

Para ser justo, o filme melhora na segunda metade, quando a obra encontra o seu foco e ameaça falar com sinceridade com o espectador. Nesse momento é possível se emocionar com a descoberta do personagem de Justin. Porém nos 15 minutos finais tudo acontece de forma tão abrupta apelando para um salto de tempo incompreensível tendo um desfecho pouco empolgante.

Quer um bom motivo para ver o filme? Catherine Zeta-Jones, que está exuberante na história.

18 comentários:

Pontes disse...

Tirou toda a minha vontade de ver o filme hahahaha

É o tipo de película que eu não pago para ver. Espero chegar na Tv a cabo que é melhor.

Isabela Cruzeiro disse...

Quando vi o post achei q ia indicar um filme, [e olha que to precisando ver uns rs].
Agora descobri um que não devo nem pensar em ver..
asehuheas
odeio essas comedias que acham que sao engraçadas mas na verdade sao uma merda --'

hasuehaes
Vou esperar a Tv também..

Losterh disse...

Ah, Fabiano!
Finalmente uma crítica de respeito. Não vi o filme, mas se os fatos são, de fato, estes, são muito coerentes.

Delas todas, a que eu achei melhor foi sobre as crianças. Eu não o que diabos o povo vê em criança prodígio metida a falar difícil. Não tem nada mais irritante que Maysas.

Andre Mansim disse...

agora não vou assistir mais... Obrigado seu chatão, hahahahahahahahahahahaha.

Kell Alves disse...

Quer saber? Vou assistir p ver se concordo c vc.

P.S. Valeu pela visita.

Jamile Fernanda disse...

Também vou assistir, se gostar comento aqui novamente!
Abraços

G+ disse...

Vou ver para poder opinar ! Mas eu gostei do blog, parabéns :D

Depois, quando puder, vai lá no meu blog. Se gostar, siga-nos ;D
www.gabrieltododia.blogspot.com

Gêsa disse...

Eu comprei esse filme mais ainda não tive coragem de ver, e depois desse post você me desanimou, mas já comprei mesmo, :z

Charles K. disse...

hsauhsua...fiquei sem vontade de ver, a unica coisa que anima é a Catherine. rs

Loverocklive disse...

obrigado pela dica, um blog muito bom com filmes muito bons.

Isis disse...

Adorei seu blog, várias dicas interessaantes de filmes! Parabéns!

http://fofurisis.blogspot.com/

Macaco Pipi disse...

até que foi bonzinho!

Nanci S. Bizutti disse...

só Catherine salva!

Mateus disse...

Achei que ia indicar o filme. Vou assisti-lo, sabe pq? Pq tem a Catherine Jones. =P

vD disse...

Vi o trailer desse filme no Telecine ontem. Catherine Zeta-Jones... *_*

Daniel Silva disse...

Catherine não costuma fazer bons filmes...

Mas, comédia romântica é cheia de clichês mesmo. Afinal não existe muitas fórmulas para o amor.

http://apenas-daniel.blogspot.com/

Jαpoиєsα ♥ disse...

eeu ameeii .. ( ainda amo --> kk )esse filme !! ...
ae seguindo seu blog.. segue eu --> japonesatlw.blogspost.com !

bjs

Pictures & Arts disse...

Esse filme é muito engraçado! os atores são ótimos e as crianças não deixam a desejar ;D
boa escolha!!