Pular para o conteúdo principal

O Invisível

Nick Powell (Justin Chatwin) tem um futuro brilhante até ser brutalmente atacado, abandonado e dado como morto. Ele agora se encontra no limbo, um local intermediário entre os mundos dos vivos e dos mortos. Completamente invisível para os vivos, Nick precisa descobrir o que aconteceu com ele e o motivo pelo qual foi atacado.

“O Invisível”, ao contrário do que pode se pensar ao ler a sinopse, não é assustador, não tem momentos de medo ou terror. Uma mistura de “Ghost” com “E se fosse verdade”, numa história nada original.

O filme demora pra começar e quando começa demora pra terminar, há momentos que dá vontade adiantar e ver logo o final. E por falar em final, ele é confuso e impossível de compreender a motivação da vilã/mocinha para querer tanto encontrar o meio-morto-vivo na cena final.

A caminhada dos personagens mostra que a morte é a pior solução possível para seus problemas, esteja você buscando o suicídio ou a morte de terceiros. E na medida em que Nick visita seus conhecidos sem que eles saibam que ele está presente, fica claro que, entre quatro paredes as pessoas são bem diferentes do que em público, um diagnóstico da hipocrisia latente do ser humano.

A trilha sonora merece um destaque especial. Uma bela escolha dos produtores que inclui bandas como “30 seconds to mars” e “Sparta”. Não deixe de ver os clipes no bônus do DVD.

Um bom filme para um domingo com chuva.

Comentários

Ana Carolina disse…
Magnifico. Parabéns *-
Manu P. disse…
Fiquei curiosa para assistir. Gostei da parte da hipocrisia so ser social... Como diria minha professora de psicologia: Somos uma farsa! jajaja

Boa resenha!

Saudações do Além do Espelho
http://manucp1.blogspot.com/
Bruuh Fevers disse…
Caara,esse filme é muito bom!!Adorei o final,além do cara ser um gatinho!!Indico para todos mundo também ;)

http://imodelblog.blogspot.com/
bjos
Esse filme já é meio velho, né?
Num domingo de chuva como hj, prefiro assistir LOST!
Iuri Adônis disse…
Eu fico doido lendo esses comentários.. pq nunca tenho tempo de locar , melhor dizendo, ultimamente..
abraço
Um tanto quanto de suspense ein?!

http://analisefc.blogspot.com/
Clube do Filme disse…
Adorei o que falou sobre o filme, é bem o que achei.. A parte qu diz :"O filme demora pra começar e quando começa demora pra terminar.." resume todo o filme!!..
[~]Sensei► disse…
Eu gosto desse lance vida-morte.Vou procurar assisti-lo.

http://deathecator.blogspot.com
Letícia disse…
Parece interessante o filme... foi descrito bem, mas só não assito pq não faz muito meu estilo de filmes.... pra quem gosta deve ser bom.

visitas aceitas
http://leticiaturtle.blogspot.com/2010/09/mas-e-ciumes-ciumes-de-voce.html
IBANEZ disse…
oRRA, parece ser um filme interessante..vov se baixo ele depois ! haha

valeu a dica !!

http://deposito66.blogspot.com/

segue no grau!!
Nicelle Almeida disse…
Já ouvi ótimos comentários sobre este filme. O seu texto está muito bem escrito e com detalhes super importantes que só me deixa ainda mais com vontade de assistir ao filme. Vou aproveitar um descaso pra vê-lo. Obrigada pela dica =)
Ótima semana, meu caro.
Me visita tb? Te espero lá: www.nicellealmeida.blogspot.com
Fluzão Eterno disse…
Tenho alguns blogs e gostaria de propor a você uma parceria de link,
tenho feito um trabalho amplo de divulgação com meus blogs de modo que
aumentando minhas visitas os meus parceiros também estarão recebendo mais
visitas em seus blogs também,e é uma ótima maneira de estarmos divulgando
nossos trabalhos,por mim fariamos parceria de todos os meus com o seu,
mas caso não queira me diga com qual deseja que iremos fazer do mesmo modo,
um grande abraço,parabéns pelo seu blog e fico no aguardo que aceite a parceria
São blogs com vários pagerank

Vida de bombeiro
Jokes
Fluzão
Curiosidades
Humor
Curiosity
Car News
Informatica
Science
Recipes
Erlanea Lopes disse…
Eu assisti mt bomm !@@
Vim aqui pra te convidar a participar do bolão do Análise!

Aqui você entende tudo certinho: http://analisefc.blogspot.com/2010/09/bolao-analise-fc.html

abração!

Postagens mais visitadas deste blog

Jump Fit x Power Jump

Sou professor capacitado do Jump Fit desde 2003. Acompanhei durante esses 07 anos todas as transformações e melhorias que foram necessárias para manter o sucesso da modalidade. Nesse meio tempo, outros programas similares também foram criados provocando uma concorrência nesse segmento no mercado do fitness.
Há poucos dias um colega de profissão me convidou para fazer uma aula de Power Jump da empresa Body Systems. Já tinha ouvido falar do programa, mas nunca havia participado de uma aula. Meu contato com o Jump sempre foi com a Fit-Pró, pioneira no Brasil com esse tipo de modalidade.
Basicamente a estrutura das aulas são similares. A diferença está na forma como é realizado o aquecimento, nas pausas entre coreografias e na duração de algumas músicas. Não tive acesso ao material didático da Body Systems, porém conversei com o professor e as considerações feitas pelo mesmo me permitem fazer as minhas a respeito dos programas.
Nas aulas de Jump Fit existe uma música inteira dedicada ao aque…

Programas de qualidade na TV brasileira

A TV aberta no Brasil passa por um momento onde programa de conteúdo é cada vez mais raridade na programação. Devido ao trabalho acompanho vejo TV com mais frequência à noite e eventualmente nos finais de semana, porém prefiro acompanhar a programação dos canais fechados.
Mas como nem tudo está perdido, dou a dica de cinco programas que na minha modesta opinião vale a pena acompanhar:
1 – Profissão Repórter (Globo – 3ª feira): Uma equipe de jovens jornalistas sob o comando de Caco Barcellos, consegue levar coberturas sólidas em diferentes ângulos de uma mesma notícia. Com maestria o veterano jornalista consegue destacar o processo de profissionalização de jovens recém-formados em cada etapa da matéria, aprendendo na prática a elaborar a reportagem, desde a apuração até a edição final.

2 – A Grande Família (Globo – 5ª feira): Com um texto de primeira linha e um grupo de atores do mais alto gabarito o programa retrata de forma engraçada situações rotineiras de uma família de classe média. …

Valentin

Com pais ausentes e um ambiente familiar conturbado, Valentin é um menino imaginativo, cujo maior sonho é ser uma criança comum, com uma família de verdade. Enquanto tenta consertar as falhas em seu mundo, ele será capaz de trazer alegria, sabedoria e até mesmo romance aos adultos que o cercam.
“Valentin” é um dos filmes mais encantadores que assisti. A história nos emociona do início ao fim. Um drama inocente e cheio de esperança que ficou muito bem narrado por uma criança.
Rodrigo Noya, o protagonista, nos cativa pela sua sensibilidade e inteligência, longe de ser uma daquelas crianças prodígio chatas. O menino é um escândalo de tão bom. Valentin pode ser vesgo e usar óculos fundo de garrafa, mas enxerga perfeitamente o ponto fraco da maioria dos adultos que o cercam.
Outro ponto forte é a química entre os atores. Perfeitos dentro dos seus papéis. Destaque para Carmen Maura, como sempre brilhante em tudo que faz. Elenco nota 10.
Cinema argentino, leve, sensível e de excelente qualidade…